[Amor à Distância] Quem Nunca?

Oie. Tudo bem? O Amor à Distância (Going the Distance) é um filme de 2010, é uma comédia romântica e tem a Drew Barrymore como protagonista. Assisti ele na semana passada e resolvi compartilhar ele através desse post.

TOPO - Amor à Distância

Amor. Ah, o amor! Tão lindo e ao mesmo tempo tão confuso. Mais misterioso que o coelho na cartola de um mágico e tão surpreendente quanto achar dinheiro no bolso de uma calça jeans. Geralmente quando você menos espera, ele acontece.

Foi assim que aconteceu para Erin (Drew Barrymore), uma mulher de 30 anos que vive em Nova York, não concluiu a faculdade e trabalha num jornal na esperança de ser promovida, mas seu chefe é osso duro de roer. Para descontar sua raiva, a mocinha vai jogar fliperama num bar matando centopeia, e ela é a recordista.

Do outro lado da selva de concreto está Garret (Justin Long), o jovem que acaba de ficar solteiro e vai para o bar com os amigos chorar as mágoas. Como o amor adora pregar peças, ele cruza os caminhos de Erin e Garret. Os dois jogam o mesmo jogo da centopeia. O mocinho vive tentando bater o recorde da veterana e eles acabam se conhecendo.

Nenhum dos dois estava caçando paixão, mas acabaram sendo surpreendidos. A química desse casal é incrível, eles parecem ser feitos um para o outro.. mas tem um porém, Erin precisa sair da cidade em 6 semanas. Será que esse amor tão jovem vai resistir? A distância pode ser bem cruel e gerar muitas dúvidas, será que eles terão forças pra vencer essa barreira?

O filme é uma comédia romântica bem divertida. Como eu disse, a química do casal é incrível, os atores mandaram muito bem. A forma como se desenrola a história é bem bacana, não fica faltando nada, sabe? O filme é tão legal que quando termina você fica com aquele gostinho de quero mais.

Amor à Distância

Alguém já assistiu? Me deixa a opinião aqui em baixo nos comentários. Hehehe. Valeu e até a próxima! o/

Anúncios

E se você se apaixonasse pelo seu PC?

Oie. Tudo bem? Já faz algum tempo que me comprometi em assistir mais filmes para trazer umas dicas legais pra vocês. E se um dia você descobrisse que está apaixonado pelo seu computador? O que faria?

TOPO - Her

Essa é a história de Theodore, um escritor solitário que resolve comprar um novo sistema operacional para o seu computador e acaba se apaixonando por ele. Digamos que seria como se você se apaixonasse pela Siri do iPhone, sabe?

Her (Ela) é um filme de comédia dramática, ficção científica e romance que se passa num futuro não muito distante. Alguns dos recursos do filme, já estamos vendo atualmente. A voz da Samantha, o sistema operacional, é da Scarlett Johansson. Não vou mentir, por alguns momentos shippei o Theodore e a Samantha. Hahahaha.

A Samantha é um pouco mais inteligente e engraçada do que a Siri (iPhone) e a Cortana (Windows), e esse é um dos pontos que faz com que o Theodore se apaixone por essa voz. Um dos fatores positivos é que você reflete sobre o filme o tempo todo, pelo menos comigo aconteceu isso.

Samantha e Theodore tem um relacionamento digno de mocinhos da telona. Vocês devem estar se perguntando: Como ele consegue sem poder tocá-la? Beijá-la? Então, essa é uma das questões que mais nos fazem refletir. Para amar é preciso tocar, sentir, beijar?

Se pararmos pra pensar, não estamos tão distante dessa realidade. O futuro bate na nossa porta. Quem garante que muito em breve não teremos alguns Theodore’s por aí?

Her (Ela)

É um filme muito bacana e que traz uma reflexão gigante sobre o amor moderno. Vale a pena! Alguém já assistiu? O que achou? Me escreve nos comentários. Valeu e até a próxima! o/

Quer casar comigo?

E ae meu povo. Tudo certo? Hoje vim fazer um post sobre o filme Loucas pra Casar. Ele estreou na semana passada e já corri assistir pra resenhar pra vocês.

TOPO - Loucas pra Casar

Que mulher nunca sonhou com o dia do seu casamento? Malu (Ingrid Guimarães) não é diferente. Ela namora Samuel (Márcio Garcia) há 3 anos e acha que ele é o homem de sua vida, até descobrir que ele tem duas amantes.

Lúcia (Suzana Pires) é uma das amantes e é dançarina de boate, a famosa mulher mascarada. Já Maria (Tatá Werneck) é uma religiosa e moça de família. E se você pensa que essas três vão desistir de se casar com Samuel, você está muito enganado.

A fórmula do filme não é a das mais novas, mas eu lhe garanto que esse time vai lhe fazer dar muita risada. Não vou mentir não, senti uma falta maior da Tatá Werneck, mas no final tudo fica explicado. E sim, eu amo/adoro/sou Tatá Werneck lovers. Hahahaha.

Falando em final, o desfecho do filme é uma das coisas mais incríveis. É algo que ninguém espera, e não, ele não vai ter que decidir dentre uma das três. E por incrível que pareça, ele é um filme que te faz refletir no final junto com a Malu. Enfim, acho que é um ótimo filme brasileiro. Não o melhor, mas ele dá conta do recado sim.

Preciso admitir que eu não estava pondo muita fé na Suzana Pires, mas ela realmente me surpreendeu. Atuou demais e me fez rir demais no cinema. Sobre a Ingrid, dispenso falar algo. Ela é sempre incrível! Uma das nossas melhores comediantes brasileiras.

Loucas Pra Casar

Vale a pena pagar e se divertir um pouco. É um lado que toda noiva pode se identificar, quase todas vão se sentir como a Malu. E sim, o amor deixa a gente um pouco cego mesmo e às vezes nosso maior inimigo somos nós mesmos.

Alguém já assistiu? Gostaram? Valeu e até a próxima! o/

Filmes brasileiros preferidos

E aí, povo! Tudo bem? Hoje, estamos todos na expectativa das férias, né? Tem gente contando as horas nos dedos. Hahahaha. Enfim, hoje resolvi trazer uma listinha com meus filmes brasileiros favoritos.

Topo - Filmes Brasileiros

Não sou muito fã de filmes brasileiros, exceto os de comédia. Acho que nós brasileiros temos uma veia incrível para o humor. Vocês podem discordar, mas ainda assim não consigo prender o riso quando vejo filmes com a Ingrid Guimarães, Tatá Werneck ou com o Paulo Gustavo.

 

– De Pernas pro Ar 2

Ele a continuação do primeiro filme, obviamente. Alice (Ingrid Guimarães) era uma mulher focada no trabalho, de tanto foco, acabava esquecendo da família e dos prazeres da vida. O maior sonho de Alice era trabalhar com brinquedos, e não é que ela tá conseguindo? Hahahaha. No segundo filme Alice está viciada no trabalho e precisa parar. A única coisa que digo é: segurem seu saco de risadas porque vocês vão chorar de rir.

 

– Minha Mãe é uma Peça

Dona Hermínia sempre fez de tudo pelos filhos, após ouvir uma reclamação, ela decide abandonar os filhos e ir cuidar mais de si mesma. Depois de ver esse filme, descobri que mãe é tudo igual, só muda de endereço. Não é à toa que chamo a minha de Dona Hermínia. Paulo Gustavo manda muito bem nesse filme, estou aguardando o 2 desde já!

 

– Divã

Baseado no livro, de mesmo nome, da Martha Medeiros. Divã conta a história de Mercedes, uma mulher de 40 anos que decide procurar um analista. Em cada nova consulta, Mercedes começa a ver a vida de uma outra forma, e isso muda tudo. A Lília Cabral é uma das nossas melhores atrizes brasileiras, então não preciso nem dizer que esse filme é ótimo, né?

 

– Se Eu Fosse Você 1

A fórmula desse filme não é nova, na ficção vários casais já trocaram de corpos, mas a Glória Pires e o Tony Ramos nunca né? E eles são ótimos. Esse filme já tem a continuação, mas admito que o primeiro continua sendo meu preferido. Eu ainda fico impressionado como a Glória e o Tony interpretam bem, sério! Realmente parece que eles trocam de corpos. Hahahaha.

 

– Confissões de Adolescente

Calma! Se você já leu esse nome em algum lugar, não se desespere, você não está louco. Confissões de Adolescente já foi livro, teatro, série e agora virou filme. Como o próprio nome diz, ele vai contar os dramas e as histórias que todos adolescente vivem. Quando eu assisti, tive uma identificação imediata.

 

E aí, gostaram dessa listinha? Aposto que muitos de vocês já viram alguns desses títulos, né? Qual vocês mais gostaram? Me contem aqui nos comentários. Abraços, boas férias e até a próxima! o/

Filmes para se apaixonar

E aí, galera! Tudo bem? Eu não sou um cinéfilo de primeira, mas admito que gosto de me apegar a alguns filmes. Meus gêneros favoritos são comédia e romance, gosto de rir e shippar casais. Hahahaha. Hoje, vou trazer alguns filminhos água com açúcar que volta e meia gosto de ficar revendo.

TOPO - Filmes para se apaixonar

Dizem que quando a nossa vida amorosa está uma droga, passamos a admirar a do próximo, e nem sempre é inveja, às vezes é só para suspirar e ter uma inspiração. E convenhamos, tem casais que dá vontade de embrulhar pra presente e levar pra casa, principalmente os da telinha.

 

Saiba Mais: Casais que tenho shippado

 

O fato é que nós todos precisamos de amor. Pensando nisso, listei alguns filmes que me fazem suspirar pelos cantos. Duvido que caso assistam, não fiquem suspirando pelos cantos também. Vai, não tenham vergonha. Todo mundo gosta de shippar uns casais da telinha. Hahahaha.

 

– A Última Música (The Last Song)

De longe, esse é um dos meus filmes preferidos baseados nas obras do Nicholas Sparks. Eu gosto dessa coisa da mocinha que não é bobinha, é uma coisa que me chama bastante a atenção. Esse é um dos filmes que posso ver milhares de vezes, sempre vou shippar o casal principal e vou ficar suspirando pelos cantos.

 

– Um Porto Seguro (Safe Haven)

Seguindo a linha mocinhas nem tão bobas assim, o meu querido Nicholas Sparks também caprichou demais nesse filme. Tudo nesse filme é incrível, as cenas, a fotografia, a forma como o casal principal se apaixona. E vou admitir pra vocês que sempre que ouço We Both Know (tema do casal) meus olhos se lavam de dentro pra fora.

 

– Amizade Colorida (Friends with Benefits)

Sabem algumas amizades coloridas? Quem nunca? Hahahaha. Esse não é um romance pra chorar, mas certamente você vai descobrir que amigos com benefícios nunca dão certo. Somos seremos humanos, não tem como controlar sentimentos. Assistam o filme e depois conversamos, ok? Hahahaha.

 

– Cartas para Julieta (Letters to Juliet)

Embarque nessa aventura com a doce Sophie para a Verona, cidade que foi cenário para o amor do clássico Romeu e Julieta. Esse é um dos meus filmes preferidos, se não o preferido. É uma história inspiradora, sempre assisto quando estou sentindo que estou descrendo no amor.

 

– Para Sempre (The Vow)

Esse filme é inspirado em fatos reais, portanto peguem os lenços antes de assistir. Esse filme me fez chorar de verdade, sabe? Quase que nem criança. Senti que fiquei até desidratado. Hahahaha. A história é linda e nos faz acreditar que quando se ama de verdade, não há como desistir. O amor sempre vence! Sempre há uma segunda chance.

 

Alguém já viu algum desses? Se apaixonaram por algum? Escrevam pra mim aqui nos comentários. Abraços e até a próxima! o/