Minha Wishlist #Agosto2015

Oi, gente. Tudo bem? Nem que seja por alguns segundos, todos nós desejamos vários itens todos os dias. Alguns são passageiros, mas outros doem na alma até você adquiri-lo. Tá, você pode estar dizendo que isso é papo de gente consumista, mas não.

TOPO - Wishlist Agosto 2015

Eu diria que se eu comprasse tudo que entra nas minhas wishlists diárias, eu estaria com o saldo negativo até o fim dos meus dias na terra. Não, não é exagero meu não. Não é à toa que sempre me dizem que dinheiro na minha mão é vendaval. Hahaha.

Wishlist 1

1 – Jaqueta Jeans com Mangas de Moletom: Sim, estou completamente apaixonado por este tipo de peça. E por incrível que pareça, não encontrei nem online e nem aqui pela minha cidade, mas ainda estou na caça e comprarei esse item ou não me chamo Vagner Augusto Zimmermann. Hahahaha. Aqueles.

2 – The Sims 4 – Junte-se à Galera: Mal saiu o segundo Pacote de Expansão do The Sims 4 e eu já estou querendo muito. Admito que de início esse tema não havia me conquistado, mas agora resolvi dar uma chance. O problema é que só lança em Novembro e a espera vai ser longa.

3 – MacBook Air: Este item certamente é o mais desejado da minha vida. Muitos de vocês me chamarão de fanboy, mas Oh, Oh, Oh, I Really Don’t Care. Hahaha. O MacBook me atrai não só por ser da Apple, mas por ser um produto de extrema qualidade e aquela certeza de que não me incomodarei com ele tão cedo.

4 – Katy Perry – Prismatic World Tour Brazil: Que espécie da Katycat eu seria se não estivesse desejando isso agora, hein? Pra quem não sabe, a Queen Katy desembarca em terras brasileiras em Setembro para a turnê do seu show e para uma apresentação no Rock in Rio 2015. E fã doido que sou já estou querendo muito ver a deusa de perto. Vamos?

5 – Just Dance 2016: Sou fã dessa franquia da Ubisoft. Acho que se divertir dançando é uma das coisas mais legais e simples desse mundo, principalmente com amigos e família. Tenho a coleção completa desse jogo, e é claro que eu não poderia deixar de desejar essa nova versão que será lançada em Outubro.

Gostaram da minha Wishlist? E vocês, estão desejando quais itens? Me contem nos comentários, adoro saber. Valeu e até a próxima! o/

Anúncios

Adeus PRISM!

Oie. Tudo bem? No último domingo (08) aconteceu o maior evento anual da música, a 57ª edição do Grammy.  Vários artistas foram premiados, dentre eles Sam Smith, Pharrel Williams, Paramore, dentre outros. Mas o fato que realmente me chamou a atenção foi a última apresentação da era PRISM, da Katy Perry. Vamos nos despedir juntos? Chegou a hora.

TOPO - Adeus Prism

Começou em 2013 com a Katy mostrando seu rugido para o mundo, ela estava mais madura. Apesar de toda a pressão para superar seu antecessor, o Teenage Dream, a cantora não se abateu. Não demorou muito para que Roar estourasse nas paradas. Não é à toa, a música retratava a atual fase da Katy.

 

Saiba Mais: Motivos para amar a Katy Perry

 

No início, a Katy estava com um visual mais dark, com direito a queimar a famosa peruca azul e fazer um velório da icônica roupa da era passada. Totalmente compreensível, já que ela precisava se livrar dos doces, mas isso não significa que ela deixaria seus figurinos coloridos de lado. Até então, muita gente estava julgando sem ao menos saber o que ela estava preparando para a grande Prismatic World Tour.

Katy Perry

Assim que a Katy saiu em turnê, todos os shows se esgotaram. O que hoje deram a ela o título de turnê feminina mais lucrativa de 2014. Repleta de singles como Roar, Unconditionally e Dark Horse, a cantora fazia o público vibrar por onde passava.

Sem deixar singles passados de lado, a Katy também fazia números com Hot’ N Cold, I Kissed a Girl, Teenage Dream e dentre outras que a consagraram. Lembrando que na era Teenage Dream a Katy se igualou a Michael Jackson, únicos artistas que conseguiram emplacar cinco músicas do mesmo disco no ranking da Billboard.

Katy Perry

Como diz aquele velho ditado de que tudo que é bom dura pouco. No último domingo, a Katy tuitou que a apresentação daquela noite no Grammy, seria o fim do ciclo PRISM. A última música escolhida para ser single foi By the Grace of God, a canção mais pessoal da cantora.

Diante do anúncio muitos fãs ficaram desesperados (isso inclui eu). Não que eu ache que a era PRISM foi incrível, minha queridinha sempre será a Teenage Dream. Também sou um daqueles que achava que não era pra encerrar agora, Legendary Lovers, Walking on Air, Ghost e Double Rainbow precisavam virar single antes.

 

Saiba Mais: Coisas que aprendi com a Katy

 

No entanto, não vou questionar a escolha da Katy, ela certamente sabe o que faz. Se ela decidiu que era hora de encerrar a era PRISM, que assim seja. Se tem uma das coisas que aprendi com ela é que mesmo com os ventos soprando contra, é preciso dar um Roar e seguir em frente.

Katy Perry

Calma! Apesar de By the Grace of God ter sido o último single de PRISM, a Katy ainda vai cumprir toda sua agenda de shows que deve ir até Junho. Inclusive, ela estará no Brasil no Rock in Rio 2015. Se alguém quiser patrocinar a minha ida para ver essa rainha, estou aceitando, ok? Hahahaha.

No mais, guardaremos na memória e no coração a era PRISM. E com a certeza de que a Katy ainda vai brilhar muito. Adeus Prism! Que venha o próximo álbum e seja ainda mais sucesso. Quem já está ansioso? O que esperar? Me deixem suas opiniões nos comentários. Valeu e até a próxima! o/

Coisas que aprendi com a Katy

E aí, galera. Tudo bem? Aproveitando o momento do grandioso show do Halftime da Katy Perry pra fazer um post em homenagem a essa doida. Hahahaha. Já deu pra perceber que amo ela, né? E não vou mentir, ela já me deu valiosas lições.

TOPO - Coisas que aprendi com a Katy

De longe a Katy é uma das minhas cantoras favoritas.  No último domingo (01/02) ela se apresentou no show do intervalo do Super Bowl 49 ª Edição. Inclusive, a Katy quebrou o recorde de audiência sendo a artista com o maior número de espectadores, superando a Madonna. Foram cerca de 118 milhões de telespectadores. #ChupaHaters

Outro fato bacana de citar é que todas as músicas que ela cantou no Halftime são 1° lugar na Billboard Hot 100. #ChupaHaters2

 

Saiba mais: Motivos para amar a Katy Perry

 

Resolvi fazer esse post em forma de homenagem a Katy. Afinal, já fazem alguns anos que ela tem feito meus dias mais felizes. E depois do show lacrante do Super Bowl, não tem como não homenagear essa linda (Babo ovo mesmo. E se reclamar babo dois. Hahahaha).

 

Aprendi que sempre é preciso dar um Roar para os haters

Durante algum momento da sua vida você vai olhar pro lado e perceber que algumas pessoas vão te amar exatamente do jeito que é, e outras vão te odiar pelo mesmo motivo.  E sua única alternativa vai ser dançar no fogo e mostrar seu rugido ao mundo.

 

Aprendi que tudo é tão simples quanto parece

De fato quem complica tudo somos nós. A vida é um leque de opções, temos infinitos caminhos para poder trilhar. Não é culpa de universo se escolhemos o mais difícil. Em alguns momentos é preciso parar, reavaliar as possibilidades, as situações e as oportunidades que estão à sua espera. Porque, no final do dia ainda será tão simples quanto parece.

Aprendi que todos temos um sonho adolescente

Pode estar difícil agora, mas uma hora você vai encontrar alguém que vai te fazer viver sem arrependimentos, apenas amor. Que vai te levar em uma viagem maluca, te virar do avesso e nunca mais te fazer olhar para trás.

 

Aprendi que todos temos um momento de bipolaridade

Somos humanos, mudamos de ideia o tempo todo. Somos um mix de emoções e sensações, ser bipolar não é defeito. A menos que você tenha uma bipolaridade no momento do altar. Hahahaha.

 

Aprendi que vamos descobrir pra quem estamos vivendo

Existem momentos de escuridão que vamos perder totalmente o rumo. Porque não é fácil ser escolhido e ficar a frente quando as bombas começam a cair. Todos sofremos extremas pressões, mas precisamos aguentar firme.

 

Aprendi que todos temos nossa própria luz

As coisas vão ficar difíceis, você vai cair, mas é preciso acender sua luz e deixá-la brilhar. “Você não precisa se sentir como um desperdício de espaço. Você é original, não pode ser substituído. Se você ao menos soubesse o que o futuro lhe aguarda. Depois do furacão, vem o arco-íris. Talvez a razão por quê todas as portas se fecharam, seja pra você poder abrir uma que te levará a estrada perfeita. Como um relâmpago o seu coração vai brilhar e você saberá quando chegar a hora”.

Aprendi que temos que aproveitar o momento

Quantas vezes você pensou no ontem ou no amanhã e se esqueceu de pensar no hoje? Esse é um dos maiores erros do ser humano. Esqueça o passado e o futuro, viva o momento, você está exatamente onde deveria estar. “O amanhã é incerto e o ontem é história”.

Aprendi que é preciso sempre despertar

Sonhar é bom, mas é necessário acordar. Você pode estar sendo passado pra trás e ainda não se deu conta. Ninguém quer sofrer a dor de cair da nuvem mais alta. Em alguns momentos é normal que você leia as estrelas erradas mesmo, mas não deixe que isso tire teus pés do chão. Não deixem que transformem teu paraíso no inferno.

 

Aprendi que você precisa ser autêntico

Seja lá o que falam ou pensam de você, você é como uma pérola. Não deixe que fechem tua concha, você pode dominar o mundo. Você pode ser tão linda (o) e brilhante quanto uma pérola, basta não deixar que te detenham.

Aprendi que nada é como nos filmes

Seria ótimo ter todas aquelas cenas da telona acontecendo na sua vida, mas infelizmente não é assim. A vida real é dura mesmo. No caso do amor, quando o verdadeiro chegar, você vai saber. Não precisa ficar sofrendo à toa. “Porque eu sei que você está lá fora e você está, você está me procurando. É loucura pensar que você foi feito perfeitamente para mim, você verá”.

Katy Perry

A Katy é uma linda, né? Tem alguém que curte ela? Já aprenderam alguma coisa? Me respondam aqui nos comentários. Valeu e até a próxima! o/

Motivos para amar a Katy Perry

Hello. Tem algum Katycat por aí? Se não tiver, não tem problema. No post de hoje lhes apresentarei motivos para amar a nossa querida Katy Perry. Prometo tentar não babar muito ovo, tá? Hahahaha. E garanto que se você não gosta dela, a partir de hoje vai gostar. 😉

topo - Katy Perry

Criada num ambiente 100% cristão, Katheryn Elizabeth Hudson fazia apenas música gospel. Seus pais eram pastores evangélicos, sendo assim, ela era proibida de se envolver com qualquer coisa que fugisse dos passos da igreja.

Em 2001 ela lançou seu primeiro álbum, na época seu nome artístico era Katy Hudson, e ela vendeu apenas 200 cópias. Katy desconhecia cantores como Michael Jackson e Alanis Morissette. A vida de Katy girava em torno da igreja.

Não demorou muito para que Katy se jogasse no mundo, no caso, Los Angeles. Katy então mudou seu nome artístico para Katy Perry e foi e busca do seu sonho de se tornar uma cantora. Dentre idas e vindas, álbuns cancelados, planos desfeitos, o desespero já tomava conta de sua vida.

Katy teve todos os motivos para desistir, mas ela não fez isso. Foi acreditando em si mesma que em 2008, Katy emplacou nas rádios o primeiro single I Kissed a Girl (papais morreram do coração, porque né. Hahaha). De lá pra cá, essa mulher não parou mais. É sucesso atrás de sucesso.

Muitos a criticam, mas ela não se importa. Chamem do que quiserem, só não digam que ela foi fraca e desistiu do seu sonho. Há muitos motivos para amar e admirar essa artista talentosíssima. Listei alguns, espero que gostem tanto do post quanto dessa artista magnífica.

 

– Não tem medo de ser ela mesma

Não tem medo

De cabelo roxo, azul, verde, rosa.. Katy não se delimita a conceitos impostos pela sociedade. Ela faz o que lhe dá na telha, e se você pensa que ela tem medo de ser rejeitada, está muito enganado. Foi assim que Katy conquistou seus fãs, sendo ela mesma e com maluquices. Te amamos, deusa!

 

– É ousada

Faz graça

Seja com cabelos, figurinos e performances, ela está sempre ousando. Essa mulher não tem medo de impressionar, está sempre arriscando e na maioria das vezes ela sempre acerta. Serve de inspiração para todos nós.

 

– É sexy!

É sexy

Além de linda, a Katy é extremamente sexy, mas sem ser vulgar (apesar do gif). Katy adora dar uma sensualizada em cima dos palcos e deixar todo mundo babando. Não há homem no mundo que resista ao charme dessa linda.

 

– Luta pelo seus sonhos

Luta pelos seus sonhos

“Se você tiver um sonho, tem que correr atrás para realizá-lo”, depois dessa frase dita pela própria Katy, tem como não acreditar que essa mulher é uma guerreira? Ela nos incentiva a lutar com unhas e dentes ou como lutadores, no caso de Roar, pelos nossos sonhos. Ver que ela batalhou pela sua ambição e a tornou realidade inspira a qualquer pessoa que esteja buscando seu caminho. Não desistam! Seus sonhos podem se tornar realidade, basta você querer.

 

– Faz muita graça

É ousada

Mesmo com toda a fama, ela não perde a vontade de fazer graça. Ela não faz questão de ser perfeita, seu único pré-requisito é que seus fãs se divirtam com ela. A Katy gosta de ver o sorriso estampado no rosto dos fãs, e ela não mede esforços para ver isso. Ela se veste e faz o que for preciso só pra arrancar um sorriso seu.

 

– Adora fazer personagens diferentes

Personagens

Seja de noiva abandonada em Hot N’ Cold, rainha das selvas em Roar ou de nerd em Last Friday Night. A Katy adora fazer uns personagens, e ela leva jeito, hein? Só em Birthday vimos alguns deles. E é quase impossível não rir com todos. Certamente se ela não fosse cantora, seria atriz.

 

– Está sempre com um sorriso no rosto

Sempre sorrindo

Não importa qual o problema, ela nunca deixa ele dominar. Por mais difícil que ele seja, como uma separação do seu cônjuge, ela pode até entristecer, mas ela não vai passar isso aos fãs. Katy é sorriso, é alegria.

 

– Tem músicas inspiradoras

Músicas inspiradoras

Toda e qualquer música tem um pedaço dela, e sempre com alguma lição. A Katy passou por muitos momentos tristes, mas ao invés de tornar isso o fim, ela os transformou em lindas canções. Firework, Roar e Lost estão aí para nos provar. Katy, sua linda!

 

– Não gosta? Foda c

Não gosta

Se você é do tipo que vai ficar de mimimi pela voz dela, saiba que ela não tá nem aí. A Katy já deu provas o suficiente que não liga para opiniões alheias, principalmente aquelas que não servem pra nada. Se você não gosta, fica na sua.

 

– Simplicidade sem tamanho

Simplicidade

Ser famosa foi apenas uma consequência do seu sonho de se tornar cantora. Em qualquer entrevista ou vídeo de bastidor, dá pra ver a Katy sendo extremamente simples. Sendo gente como a gente, sabe? E o quanto ela é grata a todos os seus fãs que tornam seus dias mais felizes. A Katy é nossa rainha e ama o Brasil. Ela é quase brasileira, pelo menos o bumbum e os peitos são de brasileira. Hahahaha. #BrasilLovesKatyPerry

ama o Brasil

E aí, convenci algum de vocês? Hahahaha. Caso isso ainda não aconteça, recomendo a verem o filme Katy Perry – Part of Me 3D. A história dela vai emocionar você! Ela é ou não é demais? Valeu e até a próxima. o/

5 músicas que mais tenho ouvido – Parte 3

E aí, tudo bem? Já está na hora de eu atualizar essa minha lista musical pra vocês. Aviso que ela estará um tanto quanto depressiva (vai depender do ponto de vista), mas, espero não matar ninguém afogado. Hahahaha. Estão preparados? Lá vamos nós.

Topo - Parte 3

Sem muitas delongas, vamos logo ao que interessa. Eu tenho mania de usar músicas como forma de reflexão, algumas delas tem um significado super especial pra mim. Seja num momento alegre ou triste.

 

1. Skyscraper – Demi Lovato

Essa é aquele tipo de músicas que dá força pra continuar, sabe? Sempre que me sinto fraco/vazio ouço ela e me levanto like a skyscraper (BA DUM TSS). É aquela típica música que faz você estuprar o botão replay. A letra é incrível e a voz da Demi nem se fala.

 

2. Rude – Magic!

Desejo essa música aos sogrões do mundo. Hahahaha. Gosto tanto dessa música que ela é o toque do meu iPhone. O ritmo e a letra dela me fazem sorrir, não descobri o porque ainda. Só sei que quando alguém me liga, eu me empolgo em ouvir o toque que até esqueço de atender. E sim, isso tem sido um problema constante, mas vale a pena, a música é ótima.

 

3. It Takes Two – Katy Perry

Não preciso mais dizer que sou apaixonado pela Katy, né? Nas minhas playlists ela sempre está presente. Ela produz as músicas mais lindas do mundo e que mais se encaixam com cada momento da minha vida. E no caso de It Takes Two, só espero um clipe dessa música mais que tudo.

 

4. Out of the Woods – Taylor Swift

Na semana passada a Taylor lançou seu novo álbum, o 1989. Ele como um todo está incrível (menos a Bad Blood que ela escreveu pra Katy Perry e não gostei. Falo mesmo!), mas a música que mais me chamou a atenção e me faz ouvir de novo, de novo, de novo e de novo é a Out of the Woods. Não tem quem não se apaixone por essa música. Ela é um estilo bem anos 80, sabe? Enfim, é linda e estou ouvindo ela enquanto escrevo esse post. Hahahahaha.

 

5. Sweet Talker – Jessie J

Pra fechar a lista, nada como terminar com a voz potente da Jessie, né? Gosto de boa parte das músicas dela, acho incrível o poder vocal que ela tem, e eu a invejo muito nisso. Hahahaha. Sweet Talker faz parte do novo cd dela, ouço sempre que preciso me animar.

 

Caso você ainda não tenha visto, aqui tem a Parte 1 e a Parte 2. Aumente seu repertório e veja quantas dias músicas eu já lhes dei. Hehehe.

Gostaram? Deixe sua opinião aqui nos comentários. Abraço e até breve! o/

Top 5 músicas para dias cinzas

E ai, geeks! Tá, eu sei que hoje não é segunda e aqui em Santa Catarina tá fazendo um baita sol. No entanto, sabe quando tudo ao seu redor parece perfeito, mas tem alguma coisa diferente? Mesmo com todas as cores do mundo, o seu dia mesmo assim permanece cinza? E nessas horas, a única coisa sensata a se fazer é ficar no seu cantinho. Pensando nisso, fiz um top 5 de músicas para se ouvir nesses dias. Vamos lá?

Músicas Dias Cinzas

1. Personal – Jessie J

A Jessie J é uma das minhas cantoras favoritas. É linda, tem um vozeirão e tem músicas com as letras mais perfeitas do mundo. Daquelas que te fazem refletir, sabe? Agora com o lançamento do seu novo albúm Sweet Talker, ela trouxe uma batida mais eletrônica, mas o estilo de músicas calmas e reflexivas ainda permanecem. Personal é um exemplo disso.

 

2. Pretty Hurts – Beyoncé

Num outro post, eu havia dito que não era fã da Beyoncé. E continuo não sendo, mas não tiro o mérito dessa mulher. Ela entra no time de cantoras de vozes potentes. Pretty Hurts faz a gente engolir a seco, principalmente na parte que nos faz refletir o quanto somos escravos da beleza e da perfeição.

 

3. You Found Me – The Fray

 Atenção! Essa música tem alto risco de te fazer chorar, assim como boa parte das músicas do The Fray. Se você está muito, muito, muuuuito sensível, pule essa, tá? Sabe quando tudo ao seu redor desmoronou e você fica se fazendo milhares e milhares de perguntas? Então, essa música retrata esses momentos. Vale a pena ouvir, mas só se você estiver um tanto quanto ok, tá? Hahaha.

 

4.  No Meu Lugar – Turne

É, também temos músicas nacionais para lavar os olhos de dentro para fora. Essa música é o clássico para o dia cinza pós término de relacionamento. Eu demorei algum tempo pra poder ouvi-la sem que meus olhos se afogassem. A banda Turne manda muito bem e a letra da música é linda por demais.

 

5. Wide Awake – Katy Perry

Bem, eu não poderia deixar de fazer um post musical e esquecer de mencionar a Katy, né? Vocês já sabem o quanto eu sou apaixonado por essa mulher. E agora vão ficar sabendo que Wide Awake é minha música depressiva preferida. Sempre que ouço, choro. Inclusive agora. Eu acho que a Katy conseguiu traduzir tão bem o momento da fossa que não tem como conter as lágrimas. Essa é daquela música que toca em algum lugar público que eu estou, e eu tenho que mentalizar que está tocando a Cinco Patinhos da Xuxa pra não desabar. Como dizem: Seria cômico se não fosse trágico. Hahahaha.

 

Então geeks, por hoje é isso. Espero que eu não tenha desestabilizado ninguém. Principalmente aqueles que estavam bem. Juro, não era a intenção. Guardem essas músicas como forma de reflexão, elas nos dizem muito. E lembrem-se: nenhuma dor ou sofrimento é eterno. Seja lá o que você esteja passando, fique calmo, no final dará tudo certo. Sempre dá! 😉

Valeu povo!

5 músicas que mais tenho ouvido – Parte 2

E aí geeks, beleza? Certamente não há definição melhor pra mim do que o louco musical. Sou daqueles que não vive sem música, independente de gênero e artista. Se eu gosto da batida, eu vicio! Sério. Já aviso que tem pra todos os gostos. Tá curioso pra saber quais são? Se liga aqui no post 😉

5 músicas que mais tenho ouvido - Parte 2

1) Beyoncé – XO

Tá, eu admito! Não sou fã da Beyoncé, mas convenhamos, seja cantando ou dançando, ela sempre se supera. Essa música tem uma batida leve, mas ao mesmo tempo agitada. A letra é fácil e ver a ‘naturalidade’ dela no clipe, fica ainda mais incrível.

2) Linkin Park – Final Masquerade

Linkin Park sempre lembra adolescência, pelo menos pra mim. O cara também manda muito bem no som. Essa é uma daquelas músicas que se ouve depois de uma desilusão amorosa, quando a gente passa a odiar aquela pessoa. Sabe? Então. Não, eu não estou superando desilusão amorosa, mas admito que essa música não sai da minha playlist.

3) Taylor Swift – Shake it Off

Como deixar pra trás essa música super animada da Taylor? Ainda me surpreendo como mesmo sendo alvo da chuva de críticas, não pelo talento, isso é indiscutível. Falo que a imprensa adora inventar a Taylor pega geral,  ou que ela é a burrinha só por cantar músicas sobre sua vida pessoal/amorosa. A minha surpresa é que mesmo com isso, ela ainda faz música e tira um sarro da imprensa. Palmas! Muitas palmas. Só isso.

4) Bastille – Pompeii

Sabe aquelas músicas que grudam na cabeça? Então. Desde que ouvi essa música pela primeira vez, tô cantando o: ey ey oh ey oh. Hahahahaha. Além do ritmo, a letra dessa música também é incrível. Pelo menos uma vez no meu dia essa música tem que tocar.

 5) Disclosure – Latch (feat. Sam Smith)

Essa música é estilo daquelas baladas calmas, mas com uma pegada pop e que contagia. Desde que ouvi pela primeira vez, não parei de cantar. Inclusive quando chega a parte do Sam Smith, eu faço um cosplay. Não, não é bonito! Hahahaha. Mas essa é uma daquelas músicas que descrevem exatamente o que acontece quando você fica próximo a alguém, da qual, você tem uma quedinha. É uma música que vicia, vai por mim!

[BÔNUS] Katy Perry – This Is How We Do

Na boa, já faz algum tempo que a Katy lançou essa música e esse clipe. E quem me conhece, sabe! Admiro a Katy demais. Ela transforma pequenas coisas em grandes músicas. Toda essa mistura louca que ela faz nesse clipe, deixa a música ainda melhor. E cai entre nós, a Katy Perry sempre faz os melhores clipes. Então fica aí, o meu bônus pra vocês! E vale até dançar como o sorvetinho, tá? Hahahaha. (Entendedores entenderão!).

 [BÔNUS 2] Gui Ruiz – The Girl Who Changed Everything

Para o lançamento do seu 4° livro De Volta aos Sonhos, a Bruna Viera do blog Depois dos Quinze escreveu essa música, interpretada por Gui Ruiz, para o lançamento. A letra tem tudo a ver com a história da personagem Anita. A música vicia demais! E a história dos livros é muito boa também. Fica dica!

 

Gostaram? Tem alguma música pra me recomendar?

Escreve aqui em baixo, nos comentários!

Valeu!